Cotovelada

Cotovelada é o equivalente para o braço da joelhada. É um golpe de curta distância que só é aplicado quando se está em clinch ou quando o oponente está encurralado ou no chão.

Existem sete movimentos de cotovelada:

Frontal

Esta é a cotovelada dada de baixo para cima. Geralmente visando a ponta do queixo ou o osso externo. A forma mais eficaz de aplicar a cotovelada frontal é num combo ou puxando a cabeça do adversário contra a cotovelada. Quanto mais flexionado estiver o cotovelo e mais colado a sua cabeça estiver o ante-braço, mais firme será o golpe.

Circular

A cotovelada circular faz um trageto paralelo ao chão cruzando a frente . Visa a têmpora e o queixo, atingir uma cotovelada circular é quase certeza de um nocaute. O movimento da cotovelada circular é um ir e vir rapidamente para poder reassumir a guarda, a mão pivoteia no peito para permitir maior amplitude de movimento e assim desenvolver força no golpe.

O tórax torce rapidamente para o lado oposto ao braço que dá a cotovelada para aumentar a potência do golpe.

Diagonal

Idêntico ao anterior, a diferença está em que o golpe não é dado paralelo ao chão, mas sim diagonalmente ao chão em linha descendente.

Lateral

É o oposto ao circular. Neste o golpe é dado paralelo ao chão mas de dentro para fora.  Para ganhar impulso o braço primeiro sobe ao ombro oposto e a mão fica junto à orelha oposta. A partir daí o cotovelo descreve um semi-círculo paralelo ao chão. Este trajeto é seguido pela mão que alinha-se atrás do cotovelo em relação ao golpe.

Descendente

É oposta à frontal. O braço primeiro sobe esticando-se  sobre a cabeça e rapidamente é puxado para baixo flexionando-se por inteiro.

Posterior

É a continuação do descendente. Neste golpe adiciona-se uma torção do tronco para o lado do braço que desfere a cotovelada permitindo assim que o movimento atinja o alvo que está atrás. O golpe é destinado a atingir o abdomen de adversários atrás.

Ascendente

É a continuação da cotovelada posterior. Destinado a atingir o queixo de alguém que esteja atrás.

Há também a cotovelada rodada que consiste em uma cotovelada lateral após o giro do corpo sobre o próprio eixo. Mas esta cotovelada é praticamente inútil num combate real, de modo que foi excluída.

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s