Como cair e levantar

Como disse, mais de 80% dos confrontos terminam no chão. E é óbvio que a transição da luta de pé para a luta de chão acontece com uma queda. Geralmente feia e que pode causar danos sérios e até a morte.

As quedas são parte essencial de todas as artes marciais de luta de chão e destas aprendemos várias técnicas de quedas. As técnicas de queda não consistem em cair sem se machucar, mas sim cair minimizando danos sobre as áreas vitais do corpo e garantindo que os membros atinjam o chão numa boa postura, para evitar luxações, torções e fraturas.

Todo o treino de queda deve começar em baixa altitude e em solo acolchoado e gradativamente progredir para solos mais rígidos e alturas mais elevadas.

Numa luta real você cairá mais frequentemente para trás e para os lados do que para a frente. De modo que no treino deve-se priorizar as quedas para trás e para os lados.

Queda para trás: ao caír para trás, um dos maiores perígos é bater com a nuca no chão. Isto pode levar a inscosciência ou mesmo morte. Por isso, sempre que for caír para trás, o queixo deverá estar colado ao peito. A coluna deve estar reta, para garantir que as costas batam no chão ao mesmo tempo e os braços devem bater com força no chão ao mesmo tempo que as costas. A razão para isto é pura física, a velocidade e a massa da queda não se alteram, contudo, se você aumenta a superfície de impacto, você divide a força da queda por uma área maior, reduzindo a força para uma que o corpo pode tolerar sem maiores problemas.

Queda para os lados: Da mesma forma que a queda para trás, o queixo deve estar colado ao peito, as costas retas e do lado do impacto batendo contra o chão ao mesmo tempo do contato do corpo. O braço oposto tem que estar junto ao corpo, e a perna do mesmo lado deve estar flexionada com a planta do pé no chão. A perna do lado da queda estendida.

Quedas para frente: Ao caír para frente, nosso primeiro impulso é proteger a face. A primeira coisa que devemos fazer é virar o rosto de lado. Os antebraços devem formar um “V” invertido à frente da face e paralelo ao corpo, com seu vértice, formado pela ponta dos dedos, acima do topo da cabeça. O corpo deverá cair sobre os antebraços, mãos com palmas voltadas pra baixo e pontas dos pés. Nenhuma outra parte do corpo deverá tocar o chão.

Aterragem (Landing): Esta manobra foi desenvolvida para amortecer o impacto de quedas intencionais e controladas. Como é o caso de pular de um telhado ou muro. A aterragem hoje é amplamente utilizada por praticantes de Parkour. Consiste em atingir o solo simultâneamente com ambos os pés ir flexionando de forma controlada as pernas. No início rápido e gradativamente oferecendo resistência até que a perna esteja totalmente flexionada e o impacto minimizado. As mãos podem aparar parte residual do impacto no chão e ajudar a projetar a força para frente. A manobra tem que ser executada silenciosamente, quanto menos barulho conseguir fazer, melhor estará absorvendo o impacto. Um ponto importante é que os joelhos não devem flexionar mais do que 90 graus (se flexionar mais que isto pode torcer o menisco ou um ligamento do joelho). Se os joelhos estiverem flexionados a 90 graus e ainda tiver força para absorver, esta deve ser transferida para um rolamento a frente. Que será mostrado num artigo futuro. Por hora, treine em alturas que pode absorver inteiramente com as pernas.

Levantar: neste momento você ainda não aprendeu a lutar no chão e especialmente contra multiplos oponentes você não quer estar no chão. Estar em pé sempre lhe dá a alternativa de fugir, mas levantar num confronto nem sempre é fácil. Ao levantar geralmente estamos em uma postura frágil e isso precisa ser corrigido.

Enquanto estiver no chão contra um oponente em pé, mantenha suas pernas sempre voltadas para o seu oponente e chute  da forma que souber sempre que ele tentar se aproximar. Isso o manterá a distância, como disse, a maioria das pessoas vai tender a recuar.

Quando quiser se levantar, aproveite um desses momentos em que você acabou de chutar e o oponente recuou para se levantar. Apóie uma das mãos no chão e a planta do pé do lado oposto também. Use força destes membros para levantar as nádegas do chão e passe a perna livre por debaixo do corpo e para trás até apoiar-se ao lado ou atrás da mão que está em contato com o chão. O braço livre fica flexionado a 90º protegendo a face de eventuais ataques. Quando ambas as pernas estiverem apoiadas no chão, erga o corpo.


Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

11 respostas para Como cair e levantar

  1. Decinho disse:

    É vou seguir passo a passo um dia serei um ninja ;D

  2. Guilherme disse:

    eu vou ser um ninja a qual quer custo!

  3. anderson disse:

    Theme: blue Letterhead by

  4. anderson disse:

    E como faz pra da um voô?

  5. anderson disse:

    Blog no WordPress.com. Theme: Black Letterhead by Ulysses Ronquillo.

  6. ninjaatwork disse:

    anderson o que vc chama de vôo?

  7. anderson disse:

    Um pulo alto!

  8. Guilherme disse:

    Ou como vc diz no começo da pagina:
    antes de aprender a voar, você tem que aprender a como cair para que possa ter forças para se levantar novamente.

  9. Guilherme disse:

    ensina a voar agora!

  10. estou adorando aprender esses golpes e tenho certesa q serei um otmo ninja!!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s