Equilíbrio

Equilíbrio é onde tudo começa, ele é a base para todos os movimentos e metaforicamente é o princípio que nos permite ter uma vida melhor. Quem tem bom equilíbrio economiza energia e consegue se mover com maior velocidade, graça e controle. Por isso, esta será a primeira competência que iremos focar.

Equilíbrio é a relação entre o centro de gravidade e a base de suporte. O centro de gravidade é o ponto focal por onde a gravidade puxa o corpo, no corpo humano é geralmente num ponto a 10 cm abaixo do umbigo, mas pode mudar dependendo da postura em que se está. Ja a base de suporte é definida pela forma, posição, tamanho e orientação das superfícies do corpo que estão apoiadas em alguma parte do ambiente, suportanto o peso do corpo. A base de suporte facilita movimentos em uma direção enquanto inibe o movimento em outra.

Preste atenção que a base de suporte pode ser no chão, quando se anda ou se está em pé. Mas também pode ser na parede quando se está escalando ou no corpo todo, quando se está nadando. O plano formado pelos pontos que estão distribuindo (aguentando) o peso do corpo é a base de suporte. E isto vale até para micro-segundos, como por exemplo na hora que se atinge o adversário com um golpe. A parte do corpo que atinge o adversário está na verdade distribuindo o peso do seu corpo no corpo do adversário e por isso está contribuindo para mudar rapidamente a forma da base de suporte.

A orientação do corpo em relação à linha de gravidade deve ser considerada para se entender o equilíbrio dum movimento. Bem como a relação entre onde está o centro de gravidade na base de suporte. Há três tipos de equilíbrio:

  • Estável, onde o centro de gravidade está dentro da base de suporte;
  • Deslocado, onde o centro de gravidade se aproxima da extremidade da base de suporte;
  • Dinâmico, onde o centro de gravidade está fora da base de suporte.

A tarefa central para o artista marcial é encontrar e usar o melhor tipo de equilíbrio em cada movimento.

Percebe-se o quão bem equilibrado se está numa escalada de acordo com a quantidade de esforço requerido para o movimento. Quanto menor for o esforço para se mover ou manter-se na posição, melhor uso do equilíbrio se faz.

O esforço deve ser para se encontrar o centro de gravidade do corpo. A noção de equilíbrio só se ganha com a prática constante. E infelizmente o equilíbrio é uma competência específica, ou seja, o equilíbrio que você desenvolve fazendo acrobacias não te ajuda a se equilibrar na corda bamba  ou na escalada. É preciso treinar cada coisa individualmente.

Contudo existem regras gerais que permitem melhorar o equilíbrio. As formas mais comuns de se melhorar o equilíbrio são:

  • alargar a base de suporte, afastando os pontos de apoio;
  • alterar o movimento do centro de gravidade para trazê-lo mais para dentro da base de suporte;
  • aproximar o centro de gravidade à base de suporte;
  • começar movimentos a partir de posições que ofecerem o melhor equilíbrio possível;
  • utilizar o “momentum” quando o centro de gravidade tem que passar por fora da base de suporte;
  • criar o máximo de tensão corporal possível nas posições com mal equilíbrio como o equilíbrio deslocado.

Lembre-se, quanto melhor equilibrado, menos tensão muscular é necessária para manter o corpo na posição. O inverso é verdadeiro. Procure em todas as técnicas, todos os exercícios de musculação ou agilidade mover entre equilíbrios estáticos e dinâmicos tentando descobrir como manter-se no estático na melhor forma possível e passar pelo dinâmico aproveitando o momentum.

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s